Desvendando o mito de que católicos adoram imagens

Toda pessoa batizada na Igreja Católica, em geral quando ainda bebê por seus pais e padrinhos, é um católico. É como receber uma herança: podemos aceitar ou recusar, mas não podemos negar.

Infelizmente ainda hoje, em plena Era da Informação, vejo muitos batizados propagando e aceitando idéias que vão contra a verdade ensinada pela Igreja. Ou por falta de catecismo, por comodismo, ou até por inocência, as vezes acabamos aceitando opiniões que não condizem com a doutrina da Igreja, com fatos históricos e também científicos.

Na maioria das vezes, os desinformados estão presentes em instituições de ensino e nos meios de comunicação. Mas podemos encontrá-los também dentro da própria igreja. Muitos são católicos que se dizem praticantes.

A faixa etária mais atingida pela desinformação são os jovens. Como o jovem muitas vezes ainda não teve tempo de formar uma opinião com base na experiência de vida, são mais vulneráveis. A saída é se instruir a partir de fontes seguras e buscar uma vivência verdadeira (e pessoal) da fé católica.

Mito: Católicos adoram imagens

Um católico verdadeiro jamais adoraria uma imagem, pois na bíblia está escrito:

Não farás para ti outros deuses diante de mim. Não farás escultura nem imagem alguma… Não te prostrarás perante elas nem lhes darás culto, porque eu, Javé, teu Deus, sou um Deus cioso…” (Ex 20, 3-5)

Ora, se está escrito na bíblia de forma clara e objetiva, bíblia esta que a própria Igreja Católica editou, preservou e ensina para toda a humanidade há 2 mil anos, qual o sentido de propagar essa ideia de que a Igreja Católica adora imagens?

O catecismo da Igreja Católica dá uma resposta simples e direta:

A honra prestada às santas imagens é uma “veneração respeitosa”, e não uma adoração, que só compete a Deus. (CIC 2132)

Portanto, o sentido de uso de imagens dentro de nossa religião é outro, completamente diferente. Não usamos imagens para adoração, pois isso é um pecado gravíssimo. Utilizamos, sim, as imagens, para veneração, palavra esta que precisa ser entendida por todo católico, praticante ou não da religião, para não passar vergonha perante comentários difamatórios contra nossa fé.

A veneração é o ato de honrar, prestar respeito, homenagear alguém. Ao digitar “venerar” no Google, a primeira página que aparece é muito precisa a este respeito. Porém outros dicionários populares, como Dicio, ligam a palavra Venerar a Adorar. Cuidado! Utilize sempre o Catecismo da Igreja para saber qual informação está devidamente contextualizada.

Categoria: Religião
Tags:
Post anterior
Por que abandonei a Netflix e como isso melhorou minha vida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Menu